fbpx
Av. Pasteur nº 233, 1º andar, Parque Anhanguera, Goiânia CEP: 74340-570
(62) 3996.9600
sac@syncode.com.br

Profissional de farmácia ou drogaria e a importância da imagem profissional.

Profissional de farmácia ou drogaria e a importância da imagem profissional.

Na área da saúde, algumas habilidades, como o conhecimento técnico e a facilidade de comunicação influem decisivamente na impressão conquistada perante o público. Estes elementos associados formam a imagem, que nada mais é do que a impressão que o público em geral tem quando é atendido.

Manter a imagem profissional é o grande desafio – um simples deslize pode colocar tudo por água abaixo.

Imagem profissional é um conjunto agradável de detalhes que facilitam o nosso entrosamento com o público. Seu objetivo é aumentar a aceitação de uma pessoa pelo público em geral ou por determinado segmento, fazendo com que cada um de nós seja diferente de nossos competidores, seja único.

Fazem parte da imagem profissional alguns elementos como:

  • Aparência
  • Persuasão
  • Entusiasmo
  • Dedicação

Aparência

O primeiro passo da imagem profissional é cuidar da aparência. A embalagem é o princípio de tudo. Você nunca terá uma segunda oportunidade de causar a primeira boa impressão.

Junto com a aparência há alguns aspectos a observar.

Saúde: é um aspecto fundamental a ser observado. Demonstrar estar saudável, mais do que apenas parecer bem, constitui-se o primeiro passo do processo de construção de sua marca pessoal.

Cuidados pessoais: o uso de desodorante, higiene bucal adequada, cabelo cortado, unhas aparadas. Parece óbvio, mas há quem negligencie isso. Esses aspectos, por mais simples que sejam, representam o ponto de partida da construção de sua imagem.

Acessórios: anéis, brincos, pulseiras e acessórios diversos são permitidos. Mas com discrição e bom senso.
Trajes: para cada ambiente, uma vestimenta apropriada. Da mesma maneira que você não vai à praia calçando sapatos sociais, um bom traje limpo e bem cuidado é a melhor recomendação para o dia a dia no trabalho.
Vocabulário: cuidar de seu vocabulário e de como pronuncia as palavras é importante. Pronunciar “menas”, “pobrema” e seus correlatos são suficientes para destruir toda a credibilidade.

Postura: cuidado com a sua postura, como ombros arqueados e tronco curvado. Que imagem pretende mostrar àqueles que o encontram? Você é alguém derrotado e infeliz? O seu corpo fala!

Aspectos comportamentais

O segundo passo é cuidar de aspectos comportamentais que marcam nossa imagem junto às pessoas, entre eles:

Personalidade: ser amistoso sem ser íntimo, transmitir tranquilidade e segurança, ser cortês com os outros, ser bom ouvinte e agir com sinceridade são qualidades de uma personalidade agradável. Acredite, um cumprimento feito com alegria e boa vontade em servir valem muito mais do que um conjunto promocional para a sua imagem profissional.

Autenticidade e transparência: a melhor maneira de conquistar simpatia, confiança e admiração das pessoas é sendo exatamente quem você é. Pratique a naturalidade e abuse da transparência, porém esteja sempre atento às orientações da organização em que trabalha.

Positividade: cultivar um pensamento positivo é uma prática que se reflete no sorriso franco e no bom humor contagiante.

Autoconfiança: se você acredita em si e no que está fazendo, com certeza os outros também o farão. Compre primeiro a ideia do que vai fazer e verá como fica mais fácil comunicá-la aos outros. “Eu posso” é uma afirmação poderosa.

Empatia: para “se colocar no lugar do outro”, é fundamental ter capacidade de compreender cada pessoa individualmente. Isso não é fácil, mas, ao mesmo tempo, é um extraordinário diferencial para sua imagem profissional, principalmente se você trabalha na área de saúde.

Liderança: ao atuar junto ao público, você é um líder, porque conduz a entrevista ou orienta o cliente na escolha do produto ou serviço. Se o que os clientes mais querem são informações, você é a pessoa mais indicada para fornecê-las. Lembre-se, quando está à frente do cliente, você é o “astro do show e tem que brilhar”!

Resiliência: falamos da capacidade de superar adversidades e dificuldades. Essa postura deve ser incorporada ao seu estilo de vida e ao seu semblante. Você deve dar aos problemas a dimensão que efetivamente eles têm. Ser flexível nos acordos, tolerante nas decisões e paciente com as respostas ajuda muito no seu dia a dia.

Competência profissional: significa habilidade e preparação técnica para desempenhar uma função ou trabalho. Costumamos dizer que quem tem conhecimento tem a força e o poder em suas mãos. A força da informação, se bem usada, dá condições de direcionar diálogos e despertar a confiança em sua competência.

Conhecimentos

Para adquirir competência profissional é preciso ter conhecimento ou conteúdo.

Trabalhar o conteúdo significa observar os seguintes pontos:

Formação: Faça algum curso. Não importa o nome da instituição. Esteja certo de que é você quem tornará seu curso uma experiência positiva ou negativa. Assista às aulas, empenhe-se na realização dos trabalhos em grupo e individuais, questione seus professores.
Currículo: ter um currículo por escrito não significa que você esteja procurando outro emprego. Significa que você registra seu aprendizado e suas experiências a cada momento de sua vida. O currículo é uma fotografia de sua vida profissional e serve também para verificar se você está cuidando bem dela.

Ler jornais e revistas, ouvir noticiários, usar a internet como ferramenta de aprendizagem, frequentar cursos e palestras são as melhores formas de se manter atualizado. Quem procu

Atualização: não pode existir competência sem atualização. Tudo muda a cada minuto. Estar atualizado é a melhor forma de vencer. É preciso saber mais sobre a sua profissão, seus erros e acertos, suas atitudes e suas dificuldades.

 Fonte: Neoquimica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *